TALENTO PRA CRIAR BELEZA E ALEGRIA !!! (não deixe de ver)

Loading...

sábado, dezembro 30, 2006

Cru do mundo




Voce conhece o crudivorismo?
É uma dieta que utiliza apenas alimentos crus ou cozidos a uma temperatura de no máximo 48 graus. Lembre-se que dieta é apenas uma disciplina alimentar e não necessáriamente um regime para emagrecer como se tornou sinônimo hoje em dia. O crudivorismo se baseia em estudos que provaram que o alimento elevado a altas temperatura sofre modificações, perde várias de suas propriedades ou pior, causa danos ao nosso organismo. Várias doenças foram curadas (em famílias inteiras) pela mudança para a alimentação crua.Vou colocar aqui alguns dados sobre o crudivorismo e a dieta do tipo sanguíneo, que acho uma combinação interessante. Ah isso deve ser horrível, sem graça dirão alguns (muitos !). Tudo é hábito, e sem graça é ficar doente ou sem energia. E como é bom apreciar o real gosto dos alimentos e senti-los puros, sem gorduras (trans ha,ha), sem indigestão ou sem efeitos (negativos) posteriores.
Existe algo melhor do que saborear uma fruta madura ?
Nela está toda a árvore, todo o sol, toda a vitalidade !
(E além disso- como bônus - independente da parte saudável, para aqueles que preparam e limpam o seu próprio alimento ou o dos outros, nada mais de panelas engorduradas, limpezas demoradas, odores desagradáveis, pele maltratada, adeus escravidão ! )
A dieta do tipo sanguíneo preconiza que voce coma de acordo (como o nome diz) com o seu tipo de sangue. Alguns alimentos funcionariam como remédios para alguns tipo de sangue e seriam nocivos a outros. Aqui colocarei trechos de alguns artigos bem como links para eles e receitas crudívoras, para quem se interessar por uma alimentação não só saudável, mas energética. Olha eu testei (há muito pouco tempo hein) e os efeitos são fantásticos!

sexta-feira, dezembro 29, 2006

Pecado capital



O Turco vai se confessar:
- Padre, há 20 anos atrás, eu abriguei um refugiado de guerra.
Qual o meu pecado?
- Meu filho, nisso não há pecado, você fez uma caridade!
- Mas, padre, eu cobrei aluguel dele.
- Tem razão, meu filho, isso é pecado! Reze 3 Ave-Marias e um Padre- nosso...
- Só mais uma pergunta, padre! Devo falar prá ele que a guerra acabou?



O Jacó vai colocar um anúncio no jornal.
- Gostaria de colocar uma nota fúnebre sobre a morte da minha esposa - diz ao atendente.
- Pois não, quais são os dizeres?
- Sara morreu!
- Só isso? - espanta-se o rapaz.
- Sim, Jacó não quer gastar muito.
- Mas o preço mínimo permite até 5 palavras.
- Então coloca: "Sara morreu. Vendo Monza 94."

domingo, dezembro 24, 2006

Anjos de Deus




Pra mim, foi um presente de Natal foi descobrir a arte de Akiane e mais uma vez comprovar as bençãos de Deus.

Akiane nasceu em 1994 em Mount Morris, Illinois em uma família atéia, de uma dona-de-casa lituana e um pai americano, chef de cozinha.
Tem mais 3 irmãos, Delfini de 14 anos, Jean Lu de 12 e Ilia de 3 anos. Morou em Illinois, Missouri, Colorado e Idaho, experimentou pobreza e fartura.
Começou a desenhar ao 4 anos e a pintar aos 6 como autodidata e aprendendo a maior parte das vezes através do estudo e de sua aguda observação. Fala 4 idiomas, Lituano, Russo, Inglês e Libras. Aos 4 anos teve uma profunda experiência espiritual que mudou para sempre sua vida e converteu toda a família ao Cristianismo.
Aos 7 anos começou a escrever poesia e aforismos.
A inspiração para sua arte e literatura vem de suas visões, sonhos, observações de pessoas, da natureza e de Deus.
Considera seu estilo: akianismo, uma mistura de realismo e imaginação.
Deseja que as pessoas encontrem a esperança em suas pinturas.
Tem o mesmo objetivo com cada pintura: ser uma inspiração pra outros e uma lembrança de
Deus.
Atividades favoritas e hobbies: arte, poesia, xadrez, trampolim.piano, dança,leitura e ajuda às pessoas.
Seu maior desejo, levar as pessoas a amar a Deus e umas às outras.
Seu objetivo de vida: compartilhar seu amor por Deus e pelas pessoas em todo o mundo .
Há histórias fantásticas sobre as criações de Akiane que podem ser conferidas no link abaixo.

pinturas de AKIANE

Ela já esteve em vários programas de televisão famosos, como o Oprah Winfrey Show e o Late Show (David Letterman) e é considerada a única criança no mundo prodígio em duas atividades: pintura e poesia e está relacionada entre os 20 mais completos artistas visuais do mundo pelo Tribute Entertainment (London) and ABI (United States).



sábado, dezembro 16, 2006

Irmã


O pão dos pobres

Delícias com fubá reforçam o café da tarde servido pela Irmã Maria a pessoas carentes

Irmã Maria Mildner mostra seu talento culinário no pão de fubá mimoso, famoso na cidade.
Duas vezes por semana, religiosamente, Irmã Maria Mildner faz duas fornadas de pão de fubá mimoso. O hábito, que se repete há anos, tem uma razão de ser. Há quatro décadas essa freira da Ordem das Ursulinas, batizada Helma, em Estrela, no Rio Grande do Sul, cidade de colonização alemã, toca uma obra beneficente em Paraisópolis, no sul de Minas, onde mulheres pobres fazem cursos de corte e costura e trabalhos manuais. A miséria, declarada na urgência da fome, fez com que Irmã Maria começasse a fornecer também sopa, que para muitas daquelas mulheres era a única refeição do dia.
Não demorou e o café da tarde, indispensável nas casas mineiras, veio reforçar a alimentação dos carentes. Foi aí que o pão de fubá mimoso do Cutuba entrou na história. 'O fubá é um alimento rico e de sustança', declara Irmã Maria, misturando ao forte sotaque alemão palavras da fala mineira.
Todas as tardes, quem chega à Escola de Promoção Humana Mãe da Igreja encontra sobre a mesa café quentinho e o famoso pão de fubá que o talento culinário de Irmã Maria enriquece com geléias de frutas da estação. Aos 77 anos, trabalhando todos os dias, ela não se deixou abater nem mesmo quando um grave problema cardíaco a afastou por um ano de seus pobres.
Sovando a massa com vigor, Irmã Maria revela o segredo da disposição que a mantém ativa: 'Ponho prazer em tudo que faço'. Quem come de seu pão concorda na hora.

domingo, novembro 19, 2006

Apesar de voce



Chilena dá à luz após 9 meses sem saber que estava grávida

Griselda Navarro começou o dia com "fortes sintomas" de uma menopausa precoce e terminou dando à luz o seu terceiro filho. Foi isto o que aconteceu com a chilena de 42 anos no bairro de Alcalá de Henares, em Madri. A médica que a atendia nos último meses simplesmente não percebeu que a mulher estava grávida! Para ela, Griselda havia antecipado sua entrada na menopausa e apresentava alergias e problemas com gases. Griselda e o marido, Pablo Antonio - os nomes são reais, não foram tirados de melodrama mexicano - foram ao hospital porque a chilena já não agüentava mais o incômodo causado pela "menopausa" de nove meses. E acabaram aumentando a família. A menina foi batizada como Pamela Andrea.

Durante o período em que foi tratada de "menopausa", Griselda tomou dez remédios para combater problemas estomacais, retenção de líquidos e gases. Um simples exame de urina no hospital foi suficiente para detectar a gravidez... Griselda contou que não sentiu mudanças em seu corpo como nas vezes em que esperava os filhos maiores.

A vida insiste...

quinta-feira, outubro 26, 2006

Somos irmãos...


Um caso raro na genética foi registrado neste ano em Middlesbrough, no Reino Unido. Administradora de um supermercado local, Kerry Richardson, 27, deu à luz gêmeos bem diferentes. Um é loiro como o pai, enquanto o outro se parece com a mãe, que é descendente de nigerianos.

Irmãos gêmeos Kaydon (à esquerda) e Layton Richardson

Os irmãos --Kaydon, que parece com a mãe, e Layton-- nasceram no hospital universitário James Cook no dia 23 de julho. Segundo disse Kerry Richardson à publicação britânica "The Journal", que revelou o caso nesta quarta-feira, os bebês atraem atenção em todos os lugares por que passam. "Logo que eles nasceram, ninguém percebia nada de diferente, eles eram praticamente da mesma cor. Mas nos últimos meses Layton ficou ainda mais claro e loiro e Kaydon ficou mais escuro, como eu", disse a mãe. Segundo o geneticista Stephen Withers, trata-se de um caso raro, que ocorre, em média, uma vez a cada um milhão de nascimentos de gêmeos.

sábado, outubro 14, 2006

Tentamos ignorá-la










Muhammad Yunus, inventor do conceito do micro-crédito, é o novo Nobel da Paz. A sua é uma história bonita que começa com a grande fome em Bangladesh no ano de 1974.

‘Nós tentamos ignorá-la’, ele diz. ‘Mas as pessoas que mais pareciam esqueletos começaram a aparecer na capital, Dhaka. ‘Então aqueles um e outro se transformaram numa enchente de pessoas. Eles ficavam tão imóveis ao sentar que não dava para ter certeza se estavam vivos ou mortos. Todos se pareciam: homens, mulheres, crianças. Os velhos pareciam crianças e as crianças pareciam velhos.’

A emoção que ele sentiu um dia estudando economia e ensinando seus alunos a respeito de teorias econômicas elegantes que supostamente poderiam curar os males da sociedade desapareceu. Conforme a fome piorava ele começou a odiar as coisas que dizia em aula.

‘Nada nas teorias econômicas que eu ensinava refletia a vida ao meu redor. Como é que eu poderia contar a meus alunos histórias de faz de conta em nome da economia? Eu precisava fugir dos livros texto para descobrir a economia da vida real de uma pessoa pobre.’

Yunnus tentou muita coisa nos dez anos seguintes mas nada, ele percebeu, dava tão certo quanto o empréstimo de muito pouco dinheiro. Ele inverteu o princípio seguido por todos os bancos da história: ao invés de cobrar de quem levava o dinheiro que provassem as condições de pagar, queria que provassem a total falta de condições; ao invés de preferir emprestar para homens, que em geral têm maior capacidade de ganho financeiro, preferiu mulheres que planejam a mais longo prazo e dividem lucros com a família.

Seu Banco Grameen, com quem divide o Prêmio Nobel da Paz, foi fundado em 1984. Já emprestou 4,7 bilhões de dólares para 4,4 milhões de famílias em seu país. É distribuição de renda, um dos planos mais ousados de distribuição de renda em curso. Não é um Nobel político, do tipo uma indireta para um governo ou para outro, como muitas vezes é o Nobel da Paz.

Mas tem um recado embutido aí: eliminando a pobreza, a paz fica mais perto, não importa onde.

Yunnus, que é um otimista, acha que no futuro as pessoas irão ao museu para saber como era pobreza.

Fonte: No mínimo weblog

_____________________________________________________________________________

quinta-feira, setembro 28, 2006

Cobras



Novela das sete da rede Globo. Dizem que "recuperou" o horário. Situações absurdas e engraçadas nos papéis principais: troca de papéis entre patroa e empregada (Marília Pera hilária), ascensão de um pobre a uma vida de luxo (Lázaro Ramos ótimo e Taís Araujo também), conflitos de um pai que gosta de se vestir de mulher mas é "hetero" (Ed Wood?), e finalmente pra tornar tudo mais engraçado (!) uma família inteira que faz graça com... a fé de muitos. A mãe de família (over, e num papel onde não cabe riso e sim pena) é uma beata ( o que virou praticamente um xingamento e deveria ser uma virtude) que procura (?) infundir a fé aos seus filhos. A saber: uma ninfomaníaca, uma criança gananciosa, um rapaz fraco e hipócrita e uma desmiolada desiludida, além é claro de um pai bandido que quer reconquistar a mãe.

Mãe essa que há alguns capítulos atrás ao se ajoelhar pra rezar, recebe imagem de Nossa Senhora (Senhor piedade!) na cabeça e se torna uma...digamos: mulher promíscua. Duvido que isto aconteça com a religião islâmica ou judaica. Os respectivos dirigentes ou porta-vozes imediatamente se levantariam contra um absurdo destes. A quem interessa isto? por que fazer pilhéria com fé dos outros? E pior, desde o começo as pessoas com fé sendo vistas como idiotas, hipócritas ou loucas. Ah sim, existem idiotas, hipócritas ou loucos em qualquer lugar, mas só desprezo ou ódio para promover campanha tão maciça contra uma Igreja já tão vilipendiada até por aqueles que deveriam honrá-la. E ainda há a novela das 9, onde existe uma freira muito má. E creio que o autor é católico. Não seria tão grave se a novela das sete já não fizesse esse (des) serviço.

Nem ao menos foi algo sutil. Um dos filhos queria preservar sua castidade e acaba se deitando com uma prostituta (acho que levada pelo pai) e fica muito feliz. E sua castidade é vista como algo doentio. Não se dá o direito de reflexão. Olhe jovem, se voce for assim será alvo de deboche. Se voce for assado será querido e feliz. Olhe mãe, se voce for assim seus filhos se tornarão loucos e safados. Se voce for safada seus filhos te tratarão bem. Olha que engraçado ! Uma família inteira de desajustados, possívelmente por culpa da mãe carola ! e não do pai bandido.

Essa perseguição aos católicos não é nova. Outras novelas (o bem-amado, tieta etc) já retrataram as suas beatas bem ridículas e filmes fizeram o mesmo. Sempre colocando pessoas que se dedicam a Igreja como sendo mais fofoqueiras que as outras, mais hipócritas que as outras, mais intolerantes que as outras, sem haver uma só obra que coloque alguém ajustado agindo assim.
A mensagem não pode ser mais clara, e produziu resultados e continua produzindo: ninguém mais quer se dedicar demais ao catolicismo (nem de menos), pra não ficar daquele jeito, ou ser tachada(o) de beata. Uma generalização que não é feita tão abertamente com outras religiões, ou profissões, ou raças, enfim: para os outros tolerância e bom senso; pros católicos a execração. Teoria da conspiração ? Putz, já deixou de ser teoria há muito tempo.

Ah voce conhece alguém que é exatamente como estas beatas de novela e portanto eles estão certos ao retratá-las assim? Olhe, covardes e tarados existem em todo o lugar e costumam se esconder atrás de qualquer coisa que pareça torná-los mais virtuosos e fortes que os outros. Policiais, religiosos, médicos e políticos tem mais facilidade em obter as duas coisas.

Enquanto isto... Vamos escolher alguma religião "pra Cristo".
Que tal A que Ele fundou?

Quando acordarem será tarde demais. Meus Deus o que fizemos com o que nos destes?

terça-feira, julho 11, 2006

Tá difícil ?



Piedade !















(Pietá de Michelangelo)


O Estado de S. Paulo, domingo, 2 de julho de 2006


China reprime 'cidadãos difíceis'
Andreas Lorenz


Autoridades do Partido Comunista da China estão usando métodos brutais para lidar com cidadãos considerados difíceis. A vítima mais recente do que parece ser uma brutalidade sancionada pelo governo foi um camponês que teve uma vértebra quebrada ao ser atacado por bandidos. Fu Xiancai, de 47 anos, está longe de ser um inimigo do Estado. Prova disso são os muitos retratos de Mao em sua casa. Mas o camponês de bigode tornou-se um cidadão difícil quando foi obrigado a deixar o povoado onde morava, Maoping, às margens do Rio Yang-tse.Fu, como outros 1,2 milhão de chineses, estava atrapalhando a realização de um projeto gigante, a Hidrelétrica das Três Gargantas.

Suas objeções dizem respeito à indenização recebida para sair do local, muito menor do que fora prometido pelo Estado. Ao invés de 20 mil yuan (? 2 mil), Fu recebeu apenas 7 mil yuan (? 700). Muitas pessoas no povoado passaram pela mesma experiência. Fu foi a Pequim 15 vezes para reclamar. Apesar de ter freqüentado a escola apenas três anos, ele fez por escrito 50 reclamações às autoridades locais, todas recusadas. Após ver todas as tentativas fracassadas, em 19 de maio ele apareceu em um programa produzido pelo canal de televisão da Alemanha ARD, dando sua opinião sobre a hidrelétrica, que custou 20 bilhões. Começaram os problemas. O chefe de polícia local, Wang Qiankui, chamou-o à delegacia e o advertiu para não manter contato com a imprensa ocidental. Voltando da delegacia, Fu foi atacado por bandidos e espancado de forma tão brutal que ficou paralítico. Embora não haja prova de que o ataque tenha tido relação com seu breve aparecimento na televisão, algumas pessoas suspeitam que ele foi agredido porque os líderes do partido queriam lhe dar uma lição. Um ano antes Fu já havia sido atacado e seriamente ferido.

Respostas severas do governo e atos de violência contra cidadãos considerados difíceis costumam acontecer na China. Centenas de milhares de pessoas acabam precisando dar espaço para hidrelétricas, fábricas e estradas, tudo em nome do milagre econômico chinês. No entanto, ao invés de beneficiar os residentes, uma parte considerável das indenizações acaba nas mãos de membros gananciosos do partido, provocando protestos.O governo reage a esses protestos com severidade. Pelo menos três pessoas morreram em dezembro, quando forças de segurança atiraram em camponeses que se manifestavam contra o confisco de seus campos em Dongzhou, na Província de Cantão, no sul do país. Em Taishi, na mesma província, bandidos feriram seriamente o ativista de direitos civis Lu Banglie, durante uma disputa sobre eleições no povoado em outubro.
Em junho de 2005, em Dingzhou, a sudoeste de Pequim, o líder do partido local contratou gângsteres para matar seis camponeses que se recusaram a ceder suas terras para a construção de uma usina elétrica.
Enquanto isso, 1.300 quilômetros ao sul de Pequim, o camponês Fu Xiancai luta pela vida. Em outra visão da China moderna, médicos do Primeiro Hospital Popular, em Yichang, recusam-se a operar Fu enquanto diplomatas alemães não concordarem em pagar os 60 mil yuans (? 6 mil) pela cirurgia
No quarto de número 7, na ala de operações do hospital, a mulher de Fu e seu filho mais velho, estudante de direito em Pequim, aguardam o paciente, que acabou de ser operado da traquéia, ser levado para o quarto andar do prédio. Dois guardas uniformizados ficam sentados no corredor tomando sopa instantânea. Um médico diz à mulher e ao filho de Fu: "Não há nenhuma esperança de que ele volte a andar."

Se Fu...

Até quando meu Deus ?

domingo, julho 02, 2006

E agora José?.Carlos, Beatriz, Ricardo...




Revista Olé (espanhola) - pegaram pesado !

"Põe o Juninho, tira o Emerson, põe o Robinho, tira o Adriano, aposenta o Ronaldo, alarga a chuteira do Ronaldo, põe o Ronaldo no spa, dá liberdade para o Gaúcho, troca o quadrado pelo triângulo, instaura o polígono das secas, cuidado com a bola nas costas do Cafu, recua o Dida, falta atitude, falta meio de campo, falta alegria de jogar, falta pulso no Parreira, falta coragem para mudar, falta ousadia, falta "desempenhar" (abusaram desse verbo) um bom futebol... "
(trecho da coluna de Vinicius Mata - Folha de São Paulo)


Engraçado... no dia do jogo do Brasil pela manhã, ao ouvir a palavra Frankfurt eu pensei: Frankfurt ? forte dos francos (franceses) ? hummm...não me pareceu um bom augúrio. Mas o que se viu em campo independia de sorte. Foi um misto de apatia, confusão, desinteresse e possívelmente arrogância, já que o próprio gaúcho confessou: "senti que podíamos fazer gol a qualquer momento". Só que esse momento não chegou. Dos brasileiros que jogaram só uns poucos voltarão para o Brasil e outros poucos sentiram a perda do título a ponto de chorar ou se desesperar. Para a maioria deles, a vida está muito melhor do que para os milhões de brasileiros que ficaram a gritar, torcer e chorar com o fiasco desta copa. Chorar pra que ? Isso eu entendo. Mas não entendo porque choram aqui. Não entendo mais. Felizmente.

domingo, junho 25, 2006

Copa tudo !


"Pois é... tá com dor no pé? Não se preocupe, se ocupe da copa.
Foi demitido, e acha tudo sem sentido? Não fique ofendido, mas pense no hexa. Tua mulher te deixou? Teu filho sumiu? P. que pariu!
Mas deixe pra lá, não se sinta orfão não, porque afinal, o Brasil vai ser campeão.
Vai ser despejado e não tem o que comer, ora vai se f.!!! que eu vou ver a partida, depois a gente se fala... quem sabe a gente se liga. (em todos os sentidos)."

Escrevi isto pensando no aquecimento global. Que NÓS criamos e continuamos a criar, como se não tivesse a MENOR importância. Talvez ocupe mais espaço na mídia do que os milhares de mortos diariamente na África (notícia velha) de fome e doenças (tratáveis) e outros tantos no mundo inteiro em países pobres.
Pouco nos reunimos pra fazer algo a respeito. Pouco gritamos até ficar roucos por esta causa. Pouco ou nada arriscamos por isso. Na verdade pouco fazemos pelos que estão mais próximos de nós. É... o tal do "próximo" que Jesus disse que amássemos...A chapa tá esquentando? não faz mal, vamos pra casa ver o jogo,torcer, gritar, pular, comemorar !!!???. Amanhã a gente pensa nisso...comenta isso numa festinha...ah sei lá; mas voltando ao jogo...

terça-feira, maio 30, 2006

TEMPO DA VINDA


"Quando homens pequenos lançam grandes sombras, é porque a noite está chegando."

frase do dramaturgo inglês do século XVII Nathaniel Lee

domingo, maio 21, 2006

Pau-brasil ...





Num Posto da Ipiranga, às margens plácidas,
De um Volvo heróico Brahma retumbante
Skol da liberdade em Rider fúlgido
Brilhou no Shell da Pátria nesse instante
Se o Knorr dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço Ford
Em teu Seiko, ó liberdade
Desafio nosso peito à Microsoft
Ó Parmalat, Mastercard, Sharp, Sharp
Amil um sonho intenso, um rádio Philips
De amor e Lufthansa à terra desce
Intel formoso céu risonho Olympikus
A imagem do Bradesco resplandesce
Gillete pela própria natureza
És belo Escort impávido colosso
E o teu futuro espelha essa Grendene Cerpa gelada!
Entre outras mil és Suvinil, Compaq amada.
Do Philco deste Sollo és mãe Doril Coca Cola, Bombril!

versão do Hino Nacional feita pela "Cia de Comédia Os Melhores do Mundo" (2001)

terça-feira, maio 16, 2006

Últimos


"Nota bem o seguinte: nos últimos dias haverá um período difícil.
Os homens se tornarão egoístas, avarentos, fanfarrões, soberbos, rebeldes aos pais, ingratos, malvados, desalmados, desleais, caluniadores, devassos, cruéis, inimigos dos bons, traidores, insolentes, cegos de orgulho, amigos dos prazeres e não de Deus, ostentarão a aparência de piedade, mas desdenharão a realidade.

Dessa gente, afasta-te!" (2 Tm, 1-5)

domingo, maio 07, 2006

Camões





"Tu, que descanso buscas com cuidado,
no mar desta vida, tempestuoso,
não esperes achar nenhum repouso,
senão em Cristo Jesus crucificado "

Fora!!!!!






Origem da palavra: droga vem da palavra droog ( holandês antigo) que significa folha seca. Isto porque, antigamente, a maioria dos medicamentos era à base de vegetais.

Droga: qualquer substância que é capaz de modificar a função dos organismos vivos, resultando em mudanças fisiológicas ou de comportamento.

Psicotrópico:
-Psico - palavra grega que significa psiquismo (o que sentimos, fazemos, pensamos).
-Trópico - relaciona-se com tropismo (ter atração por).
-Psicotrópico- atração pelo psiquismo.
-Droga psicotrópica: é aquela que atua sobre o cérebro, alterando de alguma forma o psiquismo.
Medicamento ou fármaco: é a droga que atuando em organismos vivos, provoca efeitos benéficos ou úteis.
Tóxico: é a droga que administrada em organismos vivos produz efeitos nocivos.

fonte: UNIFESP
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Bem, será que as drogas conhecidas, das mais leves até as mais pesadas produzem efeitos nocivos? Ou será que só as mais pesadas produzem tais efeitos?

Vejamos. Qualquer que seja a droga ela:

1) se aproveita da baixa auto-estima das pessoas (sim todos os usuários por mais que gritem, riam e pareçam se divertir muito, se sentem mal, infelizes, incompletos, sem a droga e ela mesmo que seja pouco viciante, se torna um hábito diário), principalmente jovens sem rumo, insatisfeitos e revoltados, mas também adultos alcoolizados, frustrado, cheios de remorsos, abandonados, magoados e querendo esquecer...

2) entorpece a criatura (daí seu outro nome:entorpecente). As pessoas se tornam fúteis, moles, egoístas,vazias, despreparadas, preguiçosas (exceto pra arrumar e usar a droga), enfim chatérrimas ou no caso das estimulantes, tão "estimuladas" que não olham onde pisam (ficam na chamada "egotrip") e pisam em muitos, principalmnte em si mesmos e por fim:

3) a escraviza, enquanto vai roubando sua saúde. As pobres pessoas viciadas, acham que estão usando a droga, mas estão é sendo usadas por ela. Viram "coisas", números para enriquecer traficantes (enquanto elas mesmas vão empobrecendo em todos os sentidos), perdem anos de sua vida e pior do que isso: perdem anos futuros, de saúde, coisa que nao pensam quando usam a droga na juventude. Ficam com a pele feia, mal-cheirosas, se descuidam da saúde e higiene, não ligam pra educação, esquecem pessoas próximas, ou que não fazem isso; dão mais atenção àquelas com quem podem usar a droga e que não vão questionar o seu uso; largam projetos, esquecem metas, descumprem promessas.
Enfim, vivem como um papel ao vento. E ISTO ESTÁ se alastrando como uma peste pela sociedade e acaba se tornando algo normal ( sem contar os "ídolos" que usam drogam e fazem apologia, na verdade egoísticamente, sem preocupação com as consequências, afinal têm que justificar o que fazem não? irc que lixo!), quando deveria ser visto cada vez mais como coisa antinatural, nociva, perversa, algo feito pra perder mentes e corações fracos ou doentes. Sim, porque se existe a possibilidade de se tornar dependente de algo por um problema genético, por exemplo, e as consequências podem ser as que se vê por aí: NÃO deveríamos nos arriscar !!!
Ah, mas quem não arrisca não petisca! diz o ditado. Mas neste caso o petisco é veneno, e TODOS foram avisados disto !!!! Rita Lee disse na sua "ovelha negra":
- Baby, baby! Não adianta chamar, quando alguém está perdido, procurando se encontrar." Pode ser, mas mesmo que não adiante, temos que tentar!!

É o mesmo que botar a mão no fogo e deixar queimar ! Mesmo as mais inofensivas provocam danos, à vontade da pessoa, à sua saúde, aparência e muito mais; e vamos combinar que estamos fartos daquilo que nos prejudica, precisamos sim, daquilo que nos eleva.

Mas sempre há tempo pra retomar o caminho, ou descobrir esse caminho (quando não se tem nenhum), adquirir ou redescobrir o prazer de ser capaz de se sentir bem sem precisar tomar nada. Saber se divertir usando sua própria mente e recursos (que são infinitos) ou então (quem não os tem) criá-los através do conhecimento de si mesmo e do mundo.
É MUITO TRISTE VER PESSOAS PARECENDO FANTASMAS DO QUE FORAM ou RESTOS DO QUE PODERIAM SER e saber que nada vai mudar se elas continuarem como escravas, dependendentes, viciadas e sem vontade própria. O prazer que estas coisas proporcionam pode ser bom, mas o preço é muito maior do que o dinheiro que se paga por elas.

Deprimente



Pete Doherty injeta heroína em fã, mostra o The Sun
[Abril 2006]

A Scotland Yard confirmou nesta sexta-feira que oficiais do Diretório de Especialistas Criminais estão investigando as alegações de uso de drogas feitas pelo jornal The Sun nesta sexta-feira. Os detetives começaram a investigar depois de verem a imagem do vocalista da banda Babyshambles segurando uma seringa ao lado de uma garota que está deitada no chão, aparentemente inconsciente. A fotografia foi tirada na casa do cantor em Hackney, no leste de Londres, em período que compreende as últimas cinco semanas. Outra imagem mostra Doherty introduzindo uma agulha em seu antebraço e sendo ajudado por uma mulher que improvisa um torniquete com as mãos. O roqueiro está sob condicional depois de ter admitido sete acusações de posse de drogas. Ele foi mandado para um programa de reabilitação de 18 semanas e sua carteira de motorista foi suspensa por seis meses.

Ídolo ???!!!!!

Jornal "O Globo" de domingo.Rio, 30 de abril de 2006

"Eu fiquei feito bicho. Meu músculo facial afundou, eu tremia"
X.

“Comecei nas drogas com um inocente cigarro de maconha, aos 12 anos. Dois anos depois estava na cocaína, oferecida pelos amigos em festas. Acho que todo mundo começa assim. Conheci o crack há pouco tempo, mas o suficiente para acabar com a minha vida. Fumei primeiro um cigarro de maconha com a pedra do crack e depois já estava no cachimbo e na latinha. Sempre tive uma família presente, mas mesmo assim fui para o fundo do poço. Eu mudei de personalidade, fiquei sem caráter. Para passar na escola, comprava gabaritos de provas. Não passava por mérito. Para sustentar meu vício, furtava as coisas de casa e fui vender drogas. Tenho um ex-parceiro que começou a fumar crack para emagrecer. Hoje ele está mal. Eu fiquei feito bicho. Meu músculo facial afundou, eu tremia, não me concentrava para nada. Usei cocaína durante quatro anos.. Até que um dia saí pela rua todo sujo, descalço, totalmente perdido. Não sabia nem meu endereço. Meu celular tocou. Era meu pai. Felizmente eu reconheci a voz e disse: pai chegou a hora. Meus pais decidiram me internar”.
X., de 18 anos, estudante


Sem comentários...




sábado, março 25, 2006

Ano no ovo


Bom, o ano passado findou (findou? porque essa palavra me ocorreu e não outra?... talvez porque pareça que "findar" é acabar de uma maneira suave, sei lá).
Bom, ano novo começou e eu não postei nada até agora.
Março. Para muitas pessoas, este é o início do ano. Em primeiro lugar astrologicamente, por que o primeiro signo é Áries (final de Março). De acordo com o calendário, se existe Outubro Novembro e Dezembro, então Janeiro e Fevereiro seriam os últimos 2 meses do ano; que se iniciaria em Março. E alem disso, aqui no Brasil o ano novo só acontece depois do carnaval, como todo mundo sabe.
Então, digamos que estou começando a reescrever meu blog no início do ano. E também prefiro esquecer estes meses precedentes. Mas isto é outra história.

Março, mês de Marte Deus da guerra. Fui procurar e realmente costumava ser o primeiro mês do ano. Em 46 A.C. Júlio César mudou o calendário. Ele moveu Janeiro e Fevereiro do final para o início do ano. Guerra. E o mês dedicado à guerra passou a ser o terceiro, logo depois do carnaval. Depois da folia...
Arcanjo Miguel, defendei-nos no combate !!!

Ok, pode ser bom ter iniciativa, dinamismo, combatividade logo do início do ano, mas em geral essas qualidades vêm associadas com outras tais como: impaciência, irritabilidade, orgulho... afinal ninguém é perfeito e estar impaciente já no começo do ano pode ser fatal. Pois o ano estava no ovo. Nasceu, mas precisamos ver a carinha dele. O que é ele ? Aí então vamos alimentá-lo, cuidar dele pra que ele cresça e daqui a um ano, esteja grande e forte o suficiente, pra podermos nos orgulhar dele e mandá-lo servir de exemplo a seu futuro irmão: o outro ano no ovo. Humm, sinto que deixei os meu ovos se quebrarem. Agora entendo o João. Aquele do pé de feijão. Nada como uma galinha dos ovos de ouro. Ainda bem que eu encontrei uma. Para quem tem ouvidos de ouvir...