TALENTO PRA CRIAR BELEZA E ALEGRIA !!! (não deixe de ver)

Loading...

quarta-feira, novembro 27, 2013

9 anos, talento e Puccini



Quando  Amira Willighagen de 9 anos pisou no palco do  "Holland Got Talent", ninguém esperava uma voz tão potente sair de uma menina tão pequena. Sua incrível versão de "O Mio Babbino Caro" da ópera de Puccini "Gianni Schicchi" lhe valeu o bilhete dourado dos juízes que a levaria direto para o show ao vivo.

É difícil acreditar quão jovem Amira é, mas mais surpreendente ainda é saber que ela é completamente auto-didata, e utilizou apenas tutoriais no YouTube para aprender a cantar.

Ela disse aos juízes: "Meu irmão Vincent toca violino, e eu também queria fazer alguma coisa ... Então eu pensei, eu vou cantar ... e então eu ouvia árias de óperas, que eu achava muito bonitas e foi aí que eu comecei a cantar ".

Bravo, Amira. Bravo.


do huffingtonpost 

sexta-feira, novembro 22, 2013

As 10 melhores tatuagens que já vi

Aqui mostrar a língua é arte

Link permanente da imagem incorporada


Brilhante e chocante !




Link permanente da imagem incorporada

Este homem perdeu o braço na guerra, e fez está tatuagem no lugar dele


Link permanente da imagem incorporada


Yin e Yang






Link permanente da imagem incorporada

Toda uma cidade ao alcance do seu braço

Link permanente da imagem incorporada

Achei maravilhoso










Link permanente da imagem incorporada

Imagine nunca mais ter que usar um sutiã




Link permanente da imagem incorporada


Para os fãs do converse




Homem de aço










Link permanente da imagem incorporada


Seu amigo de sempre





Link permanente da imagem incorporada

do @best_tatts

segunda-feira, novembro 18, 2013

Para o mundo e para um só.

INSPIRAÇÃO
e um olhar amoroso


                                             Sem mais comentários. Tudo está aqui.

sábado, novembro 16, 2013

Uns chamam de gentileza... pra mim isso é amor.

Em Junho de 1996 a Ku Klux Klan organizou uma manifestação na localidade de Ann Arbor, no Michigan. Keshia Thomas tinha 18 anos. Estava entre um grupo que se tinha juntado para mostrar aos racistas brancos que eles não eram bem-vindos. De acordo com relatórios 300 manifestantes apareceram, enquanto apenas 17 homens da Klan estavam presentes.

Até que alguém viu um homem branco no meio dos manifestantes, com uma tatuagem SS alemã e uma camisa da bandeira confederada. O grupo, incluindo Keshia, imediatamente perseguiu o homem que procurou afastar-se,  mas a multidão começou a persegui-lo e a gritar “matem o nazi !”.
O homem tentou correr. Não conseguiu. Foi atirado ao chão e o grupo começou a dar-lhe pontapés e a atingi-lo com paus de madeira.
 Foi quando Keshia Thomas se atirou para cima dele e começou a protegê-lo dos golpes. 
Sim, àquele homem que, provavelmente representava o contrário de tudo aquilo em que ela acreditava. 
"Quando eles o derrubaram no chão, eu senti como se dois anjos levantassem meu corpo e o deitassem sobre ele" disse Keshia.

O verdadeiro ato de altruísmo de KeshiaThomas foi capturado pelo fotógrafo Mark Brunner em uma série de fotos, e ainda inspira as pessoas até hoje.
"Ela colocou-se em situação de risco físico para proteger alguém que, na minha opinião, não teria feito o mesmo por ela", disse ele. "Quem mais faz isso neste mundo?"

Esta história tem 17 anos, mas o amor é atemporal.


keshia thomas




keshia thomas


"A melhor coisa que você pode fazer é apenas ser gentil com outro ser humano. Pode ser através de um olhar, ou um sorriso. Não tem que ser um ato monumental." - Keshia Thomas

Retirado do Huffington Post